fbpx

Selecionado:

Polarys Ibramed - Aparelho De Criolipólise De Contraste

R$59.890,00

Polarys Ibramed - Aparelho De Criolipólise De Contraste

Garantia: 18 Meses
Registro Anvisa: 10360319008

Consulte o prazo estimado e valor da entrega

Não sei meu CEP
REF 01061002 Categorias , ,

Descrição

O Equipamento


O POLARYS é uma avançada tecnologia voltada para redução da gordura localizada e modelagem não invasiva do contorno corporal por meio do sistema inovador de CRIOLIPÓLISE. O equipamento conta com 4 modalidades de tratamento: CRIOLIPÓLISE CONVENCIONAL, de CONTRASTE, de REPERFUSÃO e de PREPARO.

É um tratamento seguro por apresentar um sistema de resfriamento eficaz que garante a estabilidade da temperatura selecionada durante o uso simultâneo de ambos os aplicadores em todo tempo de tratamento. Permite o ajuste da temperatura no display (variável -8°C à +8°C), com visualização real e instantânea da temperatura do aplicador, evitando efeitos adversos como a tão temida queimadura.

Acompanha 3 aplicadores nos tamanhos (P, M e G), o que permite o tratamento de diferentes áreas e biótipos. Possibilita o uso de dois aplicadores com controles independentes trabalhando simultaneamente para melhores resultados, com manutenção efetiva e individual de temperatura.

Sistema de vácuo efetivo na manutenção da sucção durante o uso simultâneo dos aplicadores. Possui vácuo contínuo, e 3 modos de pulsado, o que garante tratamento de áreas mais doloridas e aderidas com maior conforto e menor risco de equimoses. O controle do modo e intensidade do vácuo pode ser realizado no próprio aplicador.

Para a Criolipólise de Contraste, de Reperfusão e de Preparo, o equipamento possibilita o ajuste do tempo de aquecimento pré e/ou pós resfriamento.

Possui MODO DE SELEÇÃO MANUAL para livre programação dos parâmetros e STEPS MODE para criar e salvar modos de tratamento personalizados.

Apresenta CLEAN MODE, sistema de autolimpeza dos aplicadores e cabos, o que garante a higienização efetiva, praticidade e maior durabilidade do equipamento.

Design moderno, fácil deslocamento e tela touch screen.

Tutorial informativo com imagens e informações precisas que otimizam o uso.

Acompanha acessórios personalizados e funcionais, tais como suporte almofadado, faixas elásticas e régua para marcação da área de tratamento que facilitam a aplicação e proporcionam maior conforto ao paciente.

Dimensões


– 740x740x1350mm
– Peso Líquido: 95 kg
– Peso total do equipamento + acessórios: 113 kg

 

Diferenciais


  • Possui 4 modos de Criolipólise:
    – Criolipólise Convencional: somente resfriamento.
    – Criolipólise de Contraste: aquecimento – resfriamento– aquecimento
    – Criolipólise de Reperfusão: resfriamento – aquecimento
    – Criolipólise de Preparo: aquecimento – resfriamento
  • Ajuste do tempo de aquecimento inicial e/ou final.
  • Uso simultâneo de dois aplicadores com controles independentes, o que possibilita o tratamento de áreas diferentes, assim como promove aplicação em pacientes distintos ao mesmo tempo.
  • Reconhecimento automático do tamanho do aplicador que está sendo utilizado.
  • Sistema de resfriamento eficaz:
    – Controle de temperatura individual no Peltier que garante manutenção da temperatura pré-ajustada e segurança na aplicação.
    – Reservatório de água com grande capacidade de armazenamento (aproximadamente 10 litros), otimizando a extração de temperatura.
  • Controle fiel da temperatura do Peltier: visualização real e instantânea da temperatura, ajustável de -8°C à +8°C. Estudos comprovam que temperaturas extremamentes negativas não potencializam o efeito, aumentando o risco de lesão ou reação adversa.
  • 4 modos de vácuo: contínuo e pulsado 1, 2 e 3. Os modos pulsados permitem o tratamento de áreas mais doloridas e aderidas com maior conforto e menor risco de hematomas. Efetivo em manter a sucção no uso simultâneo dos aplicadores.
  • STEPS MODE: permite a configuração de modos de tratamentos personalizados.
  • CLEAN MODE: exclusivo sistema de autolimpeza dos aplicadores e cabos.
  • Acessórios personalizados e funcionais: almofadas e faixas elásticas para suporte do aplicador, réguas para demarcação da área a ser tratada e fluido higienizante para pele e aplicador.
  • Indicador luminoso de calor e frio no aplicador.
  • Diversos tamanho de aplicadores, o que permite o tratamento de diferentes áreas e biótipos.
  • Suporte removível dos aplicadores.
  • Botão Pause: interrompe a terapia sem perder dados programados.
  • Senha para desbloqueio: acesso permitido somente para pessoas autorizadas.
  • Tutorial informativo contendo informações sobre:
    – Indicações
    – Contraindicações
    – Possíveis reações adversas
    – Áreas de tratamento
    – Como programar o equipamento
    – Como preparar o paciente
    – Técnicas de aplicação
    – Design moderno e fácil deslocamento.
  • Design moderno e fácil deslocamento.

 

Indicações


– Tratamento conservador da gordura localizada.
– Modelagem não-invasiva do contorno corporal.
– Pré-operatório de lipoaspiração.

 

Contraindicações


– Gestantes.
– Dispositivo eletrônico implantado (exemplo: marcapasso cardíaco).
– Áreas neoplásicas ou sobre áreas na qual algum tumor tenha sido removido.
– Crianças, idosos ou pacientes com alta sensibilidade ao frio (crioglobulinemia).
– Intolerância a crioterapia.
– Síndrome de Rayanud.
– Sobre áreas isquêmicas (nas quais o suprimento sanguíneo pode ser incapaz de suprir a demanda metabólica resultando em necrose).
– Sobre feridas abertas ou infectadas.

 

Criolipólise


A Criolipólise Convencional pode ser descrita como sendo um sistema que atua por meio do resfriamento (extração de temperatura) em conjunto a um sistema de sucção a vácuo assistido, gerando cristalização e subsequente apoptose das células do tecido adiposo.

A Criolipólise de Contraste inclui períodos de aquecimento no início e no final do procedimento. A técnica se baseia no uso da temperagem (calor/frio/calor – técnica utilizada na indústria alimentícia para induzir a cristalização de lipídeos) para favorecer a cristalização do maior número de adipócitos com a possibilidade de uma maior destruição celular.

A Criolipólise de reperfusão inclui período de aquecimento no final do procedimento. O uso do calor após o tratamento convencional pode se sustentar também pela hipótese da formação de espécies reativas de oxigênio, pois favorece a reperfusão/recuperação tecidual de forma possivelmente mais acentuada com melhora de resultados por indução de danos adicionais aos adipócitos do local tratado.

A Criolipólise de preparo inclui períodos de aquecimento no início do procedimento. Objetiva aumentar a maleabilidade de tecidos mais compactados e favorecer a sucção do tecido pelo aplicador.

 

Efeitos Fisiológicos Esperados


  • Cristalização dos lipídeos (causada pelo frio).
  • Lesão por reperfusão (por espécies reativas de oxigênio).
  • Paniculite inflamatória (inflamação produzida pelo frio).
  • Gradual remoção dos resíduos celulares por mecanismos naturais (neurófilos e macrófagos).
  • Diminuição do número de adipócitos e remodelagem corporal.
  • Cristalização dos lipídeos: Determinada extração de temperatura (aproximadamente +8 °C) induz a cristalização da gordura contida nos adipócitos. Esse efeito dispara a morte celular dos adipócitos que são muito mais susceptíveis ao frio que as outras células da pele e tecido subcutâneo. Os efeitos induzidos pela cristalização são irreversíveis.
  • Lesão por reperfusão: Dano tecidual causado quando o fornecimento de sangue retorna para o tecido após um período de isquemia ou falta de oxigênio. A dinâmica entre estase vascular e reperfusão tecidual induz a produção de ROS (espécies reativas de oxigênio). A ausência de oxigênio e nutrientes do sangue durante o período de resfriamento cria uma condição na qual o restabelecimento da circulação resulta em inflamação e dano oxidativo através da indução do stress oxidativo, ao invés da restauração da função normal.
  • Paniculite inflamatória: o processo inflamatório causado nos adipócitos pela cristalização e subsequente reperfusão se reflete pelo fluxo de células inflamatórias que pode ser observado por volta do 3º dia após o tratamento e apresenta um pico aproximadamente no 14º dia com presença de infiltrado contendo histiócitos, neutrófilos, linfócitos e outras células mononucleadas.
  • Gradual remoção dos resíduos celulares por fagócitos: entre 14º e 30º dia pós-tratamento, macrófagos e outros fagócitos envolvem e digerem as células adiposas como parte de uma resposta natural à injuria.
  • Diminuição do numero de adipócitos e remodelagem corporal: 4 semanas após o tratamento, a inflamação e o volume de adipócitos diminuem. Entre 2 a 3 meses depois do tratamento os septos interlobulares se espessam e o processo inflamatório desaparece.

Referências Bibliográficas


Hawkins SW. Original research clinical applications of cryotherapy among. 2016;11(1):141-148.
Jalian HR, Avram MM. Cryolipolysis: a historical perspective and current clinical practice. Semin Cutan Med Surg. 2013;32(1):31-34.
Fonseca-Alaniz MH, Takada J, Alonso-Vale MIC, Lima FB. O tecido adiposo como centro regulador do metabolismo. Arq Bras Endocrinol Metabol. 2006;50(2):216-229.
Ingargiola MJ, Motakef S, Chung MT, Vasconez HC, Sasaki GH. Cryolipolysis for Fat Reduction and Body Contouring. Plast Reconstr Surg. 2015;135(6):1581-1590.
Manstein D, Laubach H, Watanabe K, Farinelli W, Zurakowski D, Anderson RR. Selective cryolysis: A novel method of non-invasive fat removal. Lasers Surg Med. 2008;40(9):595-604.
Pinto HR, Garcia-Cruz E, Melamed GE. A study to evaluate the action of lipocryolysis. Cryo Letters. 2012;33(3):177-181.
Ferraro G a., De Francesco F, Cataldo C, Rossano F, Nicoletti G, D’Andrea F. Synergistic effects of cryolipolysis and shock waves for noninvasive body contouring. Aesthetic Plast Surg. 2012;36(3):666-679.
Derrick CD, Shridharani SM, Broyles JM. The Safety and Efficacy of Cryolipolysis: A Systematic Review of Available Literature. Aesthetic Surg J. 2015:1-7. doi:10.1093/asj/sjv039.
Zelickson B, Egbert BM, Preciado J, et al. Cryolipolysis for noninvasive fat cell destruction: Initial results from a pig model. Dermatologic Surg. 2009;35(10):1462-1470.
Nelson A a., Wasserman D, Avram MM. Cryolipolysis for Reduction of Excess Adipose Tissue. Semin Cutan Med Surg. 2009;28(4):244-249.
Coleman SR, Sachdeva K, Egbert BM, Preciado J, Allison J. Clinical Efficacy of Noninvasive Cryolipolysis and Its Effects on Peripheral Nerves. Aesthetic Plast Surg. 2009;33(4):482-488.
Klein KB, Zelickson B, Riopelle JG, et al. Non-invasive cryolipolysisâ„¢ for subcutaneous fat reduction does not affect serum lipid levels or liver function tests. Lasers Surg Med. 2009;41(10):785-790.
Avram MM, Harry RS. CryolipolysisTM for subcutaneous fat layer reduction. Lasers Surg Med. 2009;41(10):703-708.
Stevens WG, Pietrzak LK, Spring M a. Broad Overview of a Clinical and Commercial Experience With CoolSculpting. Aesthetic Surg J. 2013;33(6):835-846.
Dierickx CC, Mazer JM, Sand M, Koenig S, Arigon V. Safety, tolerance, and patient satisfaction with noninvasive cryolipolysis. Dermatologic Surg. 2013;39(8):1209-1216.
Krueger N, Mai S V, Luebberding S, Sadick NS. Cryolipolysis for noninvasive body contouring: clinical efficacy and patient satisfaction. Clin Cosmet Investig Dermatol. 2014;7:201-205.
Boey GE, Wasilenchuk JL. Enhanced clinical outcome with manual massage following cryolipolysis treatment: a 4-month study of safety and efficacy. Lasers Surg Med. 2014;46(1):20-26.
Chopra K, Tadisina KK, Stevens WG. Interesting Case Series Cryolipolysis in Aesthetic Plastic Surgery.
Stevens WG, Bachelor EP. Cryolipolysis Conformable-Surface Applicator for Nonsurgical Fat Reduction in Lateral Thighs. Aesthetic Surg J. 2015;35(1):66-71.
Shek SY, Chan NPY, Chan HH. Non-invasive cryolipolysis for body contouring in Chinese-a first commercial experience. Lasers Surg Med. 2012;44(2):125-130.
Sasaki GH, Abelev N, Tevez-Ortiz a. Noninvasive Selective Cryolipolysis and Reperfusion Recovery for Localized Natural Fat Reduction and Contouring. Aesthetic Surg J. 2014;34(3):420-431. doi:10.1177/1090820X13520320.
Kilmer SL, Burns AJ, Zelickson BD. Safety and efficacy of cryolipolysis for non invasive reduction of submental fat. Lasers Surg Med. 2015;(October):1-11.
Pinto H, Arredondo E, Ricart-jané D. EValuation of adipocytic changes after a simil-lipocryolysis stimulus. 2013;34(1):100-105.
Chocolate D De, Alimentos-ital T De. Revisão : Temperagem ou Pré- Cristalização do Chocolate. Brazilian J Food Technol. 2004;7(1):23-30.
Rodrigues-ract JN, Cotting LN, Poltronieri TP, Claro R, Gioielli LA. Crystallization behavior of structured lipids by chemical interesterification of milk fat and sunflower oil. 2010;2008(003654):258-267.
Rattner BP. In this issue of Epigenetics. Epigenetics. 2014;9(2):183-185. doi:10.4161/epi.27834.
Pinto H, Ricart-jané D, Pardina E. Pre and post lipocryolysis thermic conditioning enhances rat adipocyte destruction . 2014;35.
Pinto H, Melamed G, Investigaciones I De, Estéticas E. Pre- and post-session tempering improves clinical results Contrast lipocryolysis. 2014;3(3):212-214.
Livingston E, Vons C. Adverse effects of lipocryolysis: Analysis of 28 cases. Jama. 2015;313(23):2327-2328.

 

Perguntas Frequentes


– Quais são os efeitos promovidos no tecido pela criolipólise?
Os efeitos são cristalização dos lipídeos por extração de temperatura, paniculite lobular (inflamação causada pelo frio), reperfusão tecidual e fagocitose

Quais são as principais áreas de tratamento?
– Áreas do tronco (exceto região precordial), pescoço (exceto região de carótidas e tireoide), região pélvica, membros superiores e inferiores com presença de gordura localizada.

Quais são as principais precauções que devem ser tomadas ao se aplicar a criolipólise?
– Deve-se verificar atentamente a presença de contraindicações, realizar a completa anamnese do paciente, assim como avaliação fotográfica, perimetria e adipometria para acompanhar a evolução clínica do paciente. Também deve-se verificar os medicamentos que possam interferir no tratamento, inspecionar o aplicador antes do início de cada tratamento, demarcar a área a ser tratada, a fim de direcionar o posicionamento da membrana anticongelante e do aplicador, posicionar o paciente de forma confortável e de maneira que exponha a área a ser tratada. É importante que, antes de interromper a sucção ao final do tratamento e realizar o desacoplamento, o profissional segure o aplicador firmemente para evitar a queda do mesmo.

Qual o tempo médio de aplicação da criolipólise? Qual deve ser o intervalo entre as sessões?
– O tempo de resfriamento deve ser entre 45 e 60 minutos. No entanto, na Criolipólise de Contraste, Reperfusão e de Preparo, o tempo de aplicação é maior devido ao tempo de aquecimento pré e/ou pós resfriamento. Os intervalos entre as sessões podem variar de 60 a 120 dias após a primeira aplicação.

Como realizar o abastecimento do reservatório de água do POLARYS?
– Para o correto funcionamento do sistema, é necessário abastecer o reservatório com água. O abastecimento deve ser feito com o equipamento ligado e aplicadores conectados. Antes de ligar o POLARYS, posicione os aplicadores em seus suportes, em seguida conecte os cabos dos aplicadores ao equipamento até o completo encaixe. Conecte o equipamento à rede elétrica e pressione o botão ON da chave liga-desliga, remova as tampas dos conectores da entrada e da saída de água, conecte a mangueira com funil na entrada de água. Abasteça lentamente o reservatório com água até o extravasamento pela mangueira conectada na saída de água. Após o processo desconecte as mangueiras e tampe os conectores.

Como funciona o CLEAN MODE?
– A tecla CLEAN MODE acessa o modo de limpeza do aplicador e cabos do equipamento. Na tela inicial, o usuário inicia a limpeza por meio do ícone “CLEAN MODE” e acessa o passo a passo do procedimento de limpeza.

O que é Peltier? Como ocorre a extração de temperatura no aplicador?
– Peltier é uma pastilha termoelétrica localizada na parte interna do aplicador em contato com as placas metálicas laterais. Por meio de estimulação elétrica, este dispositivo extrai calor (resfria) a superfície metálica que está em contato, enquanto libera o calor extraído do outro lado, trocando calor com a água que circula pelo aplicador. Sendo assim, quanto maior o reservatório de água, maior é a quantidade de água que circula pelo aplicador, o que otimiza a troca de calor com o peltier e promove a manutenção eficaz da temperatura durante a aplicação.

Informação adicional

Peso 114 kg
Dimensões 357 × 250 × 100 cm

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Polarys Ibramed – Aparelho De Criolipólise De Contraste”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar Menu
×
×

Carrinho