Como é utilizado o Ultrassom na estética?

Ultrassom

O que é a Tecnologia de Ultrassom?


O ultrassom é definido como uma vibração acústica inaudível de alta frequência, capaz de produzir efeitos fisiológicos térmicos e não térmicos. Esta tecnologia se dá através de tratamentos aplicados por vibrações mecânicas, que ocorre da seguinte forma: o equipamento possui um circuito específico que recebe a corrente elétrica e a transforma em oscilações elétricas de alta frequência, sendo conduzida para o aplicador do equipamento (transdutor), que no seu interior possui um cristal piezelétrico. O cristal, ao receber a energia, altera sua estrutura, transformando a energia elétrica em mecânica, tornando-se capaz de transmitir ondas ultrassonoras. A emissão das ondas ultrassônicas pode se dar de forma contínua ou pulsada e as frequências de oscilação mais usuais dos equipamentos de ultrassom terapêutico são de 1 MHz e 3 MHz.

Os principais fenômenos produzidos por essa terapia são os efeitos mecânicos, térmicos e cavitacionais, tendo ampla indicação na área de reabilitação e estética. Confira mais sua ação e benefícios a seguir:

  • Efeito mecânico: produz uma micromassagem celular através das oscilações da onda, beneficiando o fluxo dos fluídos extra e intracelulares. É responsável por praticamente todos os efeitos desta terapia;
  • Efeito térmico: a absorção das ondas pelo tecido promove vibrações, causando um atrito entre células e partículas, produzindo efeito térmico. Desta forma, temos consequente aumento do fluxo sanguíneo e da permeabilidade da membrana celular e maior extensibilidade tecidual;
  • Efeito cavitacional: a aplicação do ultrassom faz com que as células e moléculas oscilem, o que promove a formação de bolhas de gás ou ar no interior do tecido. Essa agitação produz diversos efeitos fisiológicos, entre eles, a indução da lipólise nos adipócitos.

Quais profissionais podem utilizar?

O ultrassom terapêutico pode ser utilizado profissionais capacitados da área da saúde como esteticistas, fisioterapeutas, médicos, biomédicos e demais profissionais que possuem autorização prévia do seu conselho.

Em quais procedimentos pode ser utilizado?

O ultrassom de 1 MHz, atinge aproximadamente uma profundidade de 5 cm no tecido, sendo utilizado para tratamentos de lesões mais profundas, como ossos, músculos e tendões em fisioterapia traumato-ortopédica e desportiva. Seus benefícios são muitos, sendo um recurso eficaz para analgesia e efeito anti-inflamatório, cicatrização e regeneração tecidual, redução de espasmos musculares, aumento do aporte sanguíneo local e melhora da amplitude de movimentos de contraturas articulares.

O ultrassom terapêutico de 3 MHz, é capaz de atuar em cerca de 1 a 2 cm de profundidade, sendo ideal para tratamentos estéticos e lesões traumato-ortopédicas superficiais. Seus efeitos terapêuticos beneficiam uma série de tratamentos como celulite e gordura localizada, cicatrização e regeneração tecidual, pós-operatório imediato como excelente recurso no tratamento de edemas, equimoses, controle do processo inflamatório e alívio da dor, pós-operatório tardio atuando em fibroses, cicatrizes e aderências. Ainda promove permeação de ativos através da sonoforese.

Há contraindicação?

Sim. Sempre é importante uma avaliação detalhada para saber se o paciente está apto a receber o tratamento. Suas principais contraindicações são pessoas com problemas de circulação e coagulação sanguínea, câncer, cardiopatias descompensadas e portadores de marca passo, infecções agudas e gestantes são casos restritos ao procedimento.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest